Realmente será difícil alguém superar esse jamaicano. Com o tempo de 9,63s (recorde olímpico), Usain Bolt consagrou-se bicampeão dos 100m rasos. Com um início lento, ele conseguiu assumir a liderança faltando uns 70m para o final, e parecia que a cada metro a velocidade dele aumentava. Uma aceleração impressionante!

Em 2º estava outro jamaicano, Yohan Blake, com o tempo de 9,76s seguido pelo norte americano Justin Gatlin (campeão olímpico em Athenas, 2004) com 9,79s. Garantia de outro ouro no revezamento 4×100!

Publicado por: Bira | 05/08/2012

Golden Four Asics – Resultado

Hoje aconteceu a etapa de São Paulo da Golden Four, patrocinada pela Asics. São 4 provas no ano, realizadas em cidades diferentes (Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasíla) Ano passado, na mesma prova, eu tinha conseguido meu recorde pessoal que durou praticamente 1 ano, sendo quebrado somente na semana passada na Meia Maratona de Sarapuí, o que foi uma grande surpresa para mim já que foi um percurso muito duro! A meta dessa prova era um novo recorde.

Cheguei cedo lá e pude aproveitar a companhia do pessoal na tenda. Foi muita gente da equipe hoje. Não era a Parada Gay, mas as ruas em torno do Jockey Club se encheram de rosinhas.

Diferentemente do ano passado, a largada e chegada foram no Jockey. No geral, o percurso foi igual, mas fizeram uns vai e volta para poder compensar a distância. Sabia que não ia ser fácil, mas ajustei o “parceiro virtual” do Garmin para um ritmo de 04:35/km. Com 5 minutos de atraso, foi dada a largada às 07:05. Fui junto com Fabiano, da assessoria por diversos quilômetros, só me separando na Av. Politécnica. Na saída dessa avenida para voltar para a USP eu vi que estava dentro do planejado de tempo. Voltando para a UPS passamos pela subida do Cavalo, que deu uma cansada, mas pelo menos ela é curta, e logo depois voltava pela mesma rua, então conseguia descansar na descida.

Leia Mais…

Publicado por: Bira | 31/07/2012

I Meia Maratona de Sarapuí

E agora, terminando de atualizar o blog com as provas, falo como foi minha participação na I Meia Maratona de Sarapuí, no interior de SP. No sábado fui para Tatuí, que é mais perto da cidade, e saí domingo pela manhã por volta das 07:00 de lá. Porém, em meu GPS não consta a cidade de Sarapuí, então tive que consultar o Google Maps antes. Mas era bem fácil de ir, e tinha bastante sinalização no trajeto.

A entrega do kit aconteceu pela manhã antes da prova. Porém ele atrasou um pouco, e com isso a largada também atrasou em 40 minutos. às 09:10 que foi dada a largada para uma grande pirambeira! Alguns moradores já tinham avisado que o percurso era uma verdadeira montanha-russa, mas eu ia tentar fazer uma prova forte, pois consultando a lista de inscritos, eu vi que teria chance de conseguir um troféu na faixa etária.

Os dois primeiros quilômetros era dentro da cidade, mas depois seguíamos por uma estradinha que aí começa mesmo a brincadeira de subir e descer. Eram subidas quilométricas! E descidas também! Perto do 6º km avistei um vale… era uma descida de quase 1 km seguido de uma subida também bastante longa! Dei conta do recado e consegui subir correndo.

No km 10,5 fiz o retorno, e agora a prova inverteu… o que tinha sido fácil antes (as descidas) ficou bem difícil, ainda mais que o cansaço estava começando a bater. Mas mesmo assim ainda estava mantendo um ritmo bom. Porém, quando cheguei no vale que citei anteriormente, as forças se esvaíram, e meu gasto energético em subir correndo não estava mais compensando. Então comecei a andar bem rápido, assim como fiz na Volta à Ilha, em Floripa. Caminhei por uns 40 segundos, e ao chegar no topo, voltei a correr.

Agora era um pouco mais tranquilo o percurso e era só tentar manter o ritmo. Consegui fazê-lo, e mesmo com toda essa subida toda completei a prova com 01:41:38, porém não consegui ficar entre os 5 na faixa etária. Fiquei em 6º, mas com uma diferença de mais de 6 minutos para o 5º. E hoje, atualizando o blog, para minha surpresa descobri que esse foi meu recorde pessoal na distância! Nem eu acreditei!!

Ah, e quando estava chegando, ouvi o nome de minha esposa pela locutora. Ela fez os 5 km e ficou em 5º no geral!! Meu orgulho!!

E próximo domingo, terei a Golden Four São Paulo. Mesmo com a mudança do percurso, vou atrás do meu melhor tempo. Meta: 01:37:00. Se irei conseguir? Será o tema do meu próximo post! Até lá!

Publicado por: Bira | 31/07/2012

Circuito Athenas – Etapa 02 – Resultado

Em preparação para a Maratona de Punta del Este, que será no início de setembro, eu participei das 10 milhas do Circuito Athenas. Eu também gosto bastante dessa prova, principalmente por ser perto de minha casa e eu poder pegar o kit e ir para a largada andando (ou já aquecendo no trote).

Essa foi mais uma prova que eu fui com o intuito de quebrar meu recorde pessoal. Porém, cheguei em cima da hora. Para minha sorte, a largada atrasou em quase 10 minutos, então deu tempo de me posicionar. Não foi onde eu queria, acabei largando muito atrás, mas pelo menos não perdi a largada. Um outro problema foi que eu acabei esquecendo o gel, então iria tentar o melhor que pudesse, e depois no final iria tentar superar a falta de carboidrato.

Devido ao “trânsito”, passei o primeiro quilômetro meio lento para meu objetivo. No segundo quilômetro encontrei Claudião, e ele foi a minha salvação, pois ele tinha um gel extra! Fui nos quilômetros seguintes mantendo o ritmo entre 04:35 e 04:40/km, mas sabia que tinha que melhorar caso eu quisesse realmente baixar meu tempo. Porém a perna estava pesada, e eu não conseguia aumentar a velocidade.

Um pouco depois da virada do km 8, encontrei outro colega, Bessa, que estava um pouco machucado. Fomos juntos por uns 4 km, mas a dor dele acabou falando mais alto e ele diminuiu um pouco o ritmo. Faltando 4 quilômetros eu fiz as contas e percebi que não daria para um novo recorde pessoal, mas pelo menos tentaria manter esse ritmo.

Não foi fácil, mas consegui manter o ritmo e no último km passei até bem abaixo, fazendo-o em em 04:17/km. Assim, fechei a prova em 01:13:17. Eu achei um bom tempo, e com ele entrei na categoria Top 300 do circuito.

Depois ainda corri mais 8 km com Claudio, para complementar o treino. Esse foi bem difícil de fazer, principalmente os 2 últimos quilômetros. Mas pelo menos consegui fechar os 24 km do dia!

Continuando a série de atualização de provas que participei, hoje falarei como foi a etapa de inverno da Circuito das Estações. Essa é uma prova que já conheço bem (participo desde 2009) e é um percurso bem difícil, principalmente o final. Como eu já estava melhor treinado, resolvi correr essa prova com “força total” e tentar fazer o melhor possível.

Sair no Pelotão Quênia é a melhor coisa quando você quer fazer uma prova forte. Você sai na frente, e a chance de ser atrapalhado por um corredor mais lento diminui muito. Obviamente que terão aqueles corredores que irão passar os primeiros km a 04:00/km e irão se arrastar nos finais, mas isso é normal.

Não cheguei ao ponto de me arrastar no final, mas eu fui uma das pessoas que começou forte demais. Passei o 1º km para 04:04/km e o 2º para 04:13/km. Muito forte para o que eu estava treinando. Mas as ladeiras que encontrei para a frente me vez segurar e manter um ritmo mais confortável. Durante toda a prova eu fiquei por volta de 1 minuto atrás dos Marcelos (da assessoria – a camisa rosa ajuda bastante nesse momento) e eu tentei manter essa mesma distância deles. Sem eles saberem, os utilizei como coelhos.

Os dois últims km, os mais difíceis dessa prova, na minha opinião, consegui passar a 04:22/km, e inacreditavelmente consegui baixar meu melhor tempo em 3 segundos, fechando a prova em 43’42”! Fiquei muito contente com o resultado, e mais ainda em ter voltado com calma, sem ter me afobado em correr o que não era possível antes!

E com as férias da faculdade, consegui fazer bons treinos na USP nesse mês!

Após uma semana dos 10 km da Maratona de SP, estava novamente em uma prova! Era a 2ª etapa da T&F Villa Lobos. Na primeira etapa, eu tinha conseguido meu recorde pessoal, mas essa era uma prova para ir na boa! Tinha conseguido treinar bem durante a semana, mas ainda não era hora de forçar. Com isso fui com Poliva, também da assessoria e ele tinha o objetivo de fazer abaixo dos 50′. Junto conosco estava Marcelo, também da assessoria.

Outra prova muito boa, principalmente por estar um clima bom e fomos na boa, batendo um papo e sem forçar muito. Nos últimos quilômetros apertamos um pouco o passo e fechamos abaixo dos 50′, dentro do esperado! Essa prova me deu bastante ânimo e motivação para a nova meta: Maratona de Punta del Este!! Como em julho eu entrei de férias das aulas, teria bastante tempo para treinar!

Publicado por: Bira | 30/07/2012

Maratona Internacional de São Paulo – Resultado

Esse foi o 4º ano consecutivo que participo desse evento. Em 2009 fiz os 10 km, 2010 os 25 km e 2011 os 42 km. Nesse ano meu objetivo era fazer os 25 km, pelo menos foi para ela que me inscrevi. Mas a falta de treinos (passei várias semanas não correndo nada ou muito pouco) me fez repensar e decidi correr somente os 10 km.

Antes da largada encontrei com Maurício, da assessoria, e decidi correr com ele os 10 km. O ritmo seria em torno de 05:30/km, então eu conseguiria ir sem forçar muito. Eu tinha colocado aquela prova como meu retorno aos treinos, então quanto mais tranquilo, melhor!

Foi uma prova bem divertida, mesmo sendo Yescom (ainda estou boicotando as provas “organizadas” por eles). Fizemos um pouquinho mais de 55′ e a saída do túnel continua sendo difícil. Confesso que senti um aperto quando separou o grupo para os 25 km, mas tomei a decisão certa em não ir! Hoje tenho certeza absoluta disso, principalmente pelos tempos e a qualidade de treino que tenho feito.

Dia 20/05/2012 participei de uma corrida na zona norte de São Paulo, uma região que participo de poucas corridas principalmente por ser mais distante de onde moro. Mas empolguei de fazer essa prova, principalmente pela qualidade do kit e das provas da T&F. Com largada às 07:30, chegamos cedo ao Shopping Center Norte. Encontramos com o pessoal da assessoria e já fomos aquecer.

Essa prova constava de duas distâncias, 5 e 10 km, sendo que a prova de 10 km dava duas voltas. Pontualmente foi dada a largada. Eu já estava a um bom tempo sem treinar forte, mas foquei em fazer uma prova em ritmo forte. Passei o primeiro quilômetro em um ritmo mais lento, principalmente por não ter largado muito na frente, então tive que ultrapassar muita gente. Mas a partir do 2º km consegui manter o ritmo desejado, dentro da casa dos 04:30/km.

Depois da primeira volta, sempre há o abalo psicológico do “vamos fazer tudo novamente”. Mas não foi fácil manter o ritmo… nessa prova eu realmente senti a falta de treino. Mas consegui fazer abaixo de 45′. Mas devo confessar que só consegui abaixo dos 45′ porque a prova tinha 200 metros a menos!

Publicado por: Bira | 12/07/2012

Circuito Athenas – Etapa 01 – Resultado

O Circuito Athenas é uma prova que eu gosto de fazer principalmente por ter a largada pertinho de minha casa! Então vou aquecendo para lá, sem precisar acordar tão cedo, mesmo com a largada às 07:00. Como eu cheguei em cima da hora, não encontrei ninguém conhecido logo. Meu objetivo era ir tranquilo, sem forçar… já estava a bastante tempo treinando pouco, então queria só manter o ritmo mesmo.

Para minha felicidade, antes de completar o primeiro quilômetro, encontrei Marcelo e Poliva, ambos da equipe. Para mim foi ótimo, pois era exatamente o ritmo que queria ir. Seguimos numa boa, batendo papo e curtindo a prova. Concluímos a prova em 51’27” e pegamos nossa primeira medalha das 3 do Circuito.

Publicado por: Bira | 12/07/2012

XII Corrida e Caminhada GRAACC – Resultado

Essa é outra prova que eu tento participar anualmente. Somente em 2010 que não pude ir por ter outros compromissos. É um percurso que eu gosto, e o mais importante, tem um caráter social e humano imenso.

Às 08:00 foi dada a largada. É um percurso gostoso, que beira o Parque do Ibirapuera, mas que tem uma subidinha boa no km 5. Nessa prova eu já estava a bastante tempo sem treinar direito, então realmente eu senti a falta de condicionamento. Queria tentar manter abaixo dos 45′, mas realmente não deu. A perna pesou e faltou fôlego, mas consegui ainda terminar com um tempo bom, fazendo em 45’22”.

Mas realmente a causa da prova vale mais que o resultado!

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 56 outros seguidores